Sexta, 16 Outubro, 2020 - 10:33

Carta de repúdio e pedido de intervenção do Conselho Profissional e Deontológico da OMV relativamente à atuação da Médica Veterinária Sandra Paula Duarte Cardoso

A FENCAÇA e a ANPC, Organizações do Sector da Caça de 1.º Nível, remeteram hoje uma carta solicitando a intervenção do Conselho Profissional e Deontológico da OMV e a tomada de medidas relativamente à Médica Veterinária Sandra Paula Duarte Cardoso (Cédula n.º 5880), no seguimento das declarações tornadas públicas por esta Médica Veterinária (descritas na carta em anexo), tendo em conta a gravidade das afirmações, a manifesta incapacidade técnica demonstrada, os erros grosseiros do ponto de vista da intervenção médico-veterinária, as ilegalidades evidenciadas, bem como o intuito deliberado de, baseada em alegações profundamente erradas e difamatórias, procurar atingir os caçadores e o sector da caça em geral, num exercício claro de manipulação da opinião pública sob a capa de uma Médica Veterinária, como faz questão de se apresentar.

Trata-se de uma conduta que no nosso entendimento merece reprovação e atuação do Conselho Profissional e Deontológico da OMV, na medida em que existe uma evidente utilização abusiva e deturpada da categoria de Médica Veterinária para atingir outros fins que não os que constam do código deontológico defendido por esta Ordem profissional, ridicularizando, denegrindo e colocando inclusivamente em causa a imagem dos médicos veterinários perante a Sociedade.

Existe ainda, no nosso entender, uma clara violação do disposto no Artigo 9.º do Código Deontológico Médico-Veterinário, entre outras violações.

Acresce que a atitude manifestada pela Médica Veterinária em apreço é já recorrente, o que acentua a gravidade da situação.

Acesso Restrito

Necessita registar-se para visualizar os anexos