Segunda, 22 Fevereiro, 2021 - 15:21

Reação á noticia "Cadáveres Lobo"

É com grande preocupação que tivemos conhecimento através de noticiais veiculadas pelo ICNF, no passado dia 15 de fevereiro de 2021, na qual mencionavam a existência de dois cadáveres de lobo na região Norte, um na zona de Cabril, Montalegre e outro na zona de Rio de Onor, Bragança.

Esta nossa inquietação, que é a mesma das associações locais, resulta não só desta notícia, por si só, lamentável, mas de algo a montante que importa resolver.

Em 08 de novembro de 2017 foi publicado em Diário da Républica o Despacho n.º 9727/2017 com o Plano de Ação para a Conservação do Lobo-Ibérico em Portugal (PACLobo) que resultou de um trabalho afincado de diversas instituições (um ano de trabalhos com reuniões quase semanais) entre elas a FENCAÇA – Federação Portuguesa de Caça.

Desse plano de ação constavam um conjunto de objetivos específicos e operacionais que importava implementar para garantir as condições favoráveis à conservação do lobo potenciando a sua coexistência com a presença da atividade humana.

Ultrapassados 4 anos da publicação do PAClobo, importa aqui relembrar que apesar das diversas propostas da FENCAÇA de implementação das medidas de gestão previstas relativas às presas silvestres, as mesmas se encontram por concretizar.

Aproveitamos, mais uma vez, para informar o ICNF que nos encontrámos preparados (FENCAÇA e Associações de caçadores locais) para iniciar, já amanhã, o trabalho de implementação das ações concretas previstas no referido PAClobo.


Coruche, 22 de Fevereiro de 2021

O Presidente Fencaça,

Jacinto Amaro

Noticia ICNF: https://www.icnf.pt/imprensa/lobo

Acesso Restrito

Necessita registar-se para visualizar os anexos